Como funciona o seguro de aparelhos profissionais? - corretora de seguros | Potência Seguroscorretora de seguros | Potência Seguros
O que é o seguro de danos a terceiros?
2 de agosto de 2017
O que são acidentes pessoais e por que são tão importantes?
8 de agosto de 2017

Como funciona o seguro de aparelhos profissionais?

Atualmente, as pessoas estão apelando cada vez mais para os seguros. Existem seguros de todo tipo, como os de veículos e os de vida. Mas há seguros que, embora pouco conhecidos, podem ser uma boa opção para garantir a integridade de alguns de seus bens.

Você conhece o seguro para aparelhos profissionais? Leia o post e saiba mais detalhes sobre o tema!

O que é o seguro para aparelhos profissionais?

O seguro para um aparelho profissional é um tipo de seguro destinado a proteger o consumidor contra possíveis roubos e acidentes que venham a acontecer aos aparelhos com os quais trabalham.

Nesse sentido, existem seguros para máquinas fotográficas, para aparelhos médicos, para equipamentos portáteis e assim por diante.

Quais são os principais tipos de seguro para aparelhos profissionais?

Seguro para equipamentos fotográficos

Para quem trabalha com máquinas fotográficas, duas medidas de segurança são fundamentais: fazer backup das fotos e fazer seguro da máquina. Lentes e câmeras são dispositivos caros e, por esse motivo, fazer seguro dos bens cujo valor é 5 vezes mais alto do que a renda mensal do consumidor vale a pena.

Para grande parte da população, o seguro pode ser dispensado. Mas, para muitos donos de negócios e profissionais, de fotógrafos a médicos, recomenda-se fazer o seguro dos aparelhos profissionais.

Lentes de câmeras fotográficas de 50 mm, cujo preço seja de R$ 400,00, talvez não valham a pena segurar. Porém, lentes cujo valor ultrapassa os 3 dígitos podem prejudicar bastante suas finanças se forem roubadas e você necessitar comprar novas.

Na verdade, o seguro deve integrar a planilha de custos de um fotógrafo.

Seguro para equipamentos portáteis

Esse seguro oferece coberturas para aparelhos portáteis, ou seja, que podem ser levados com você e estão sujeitos a riscos como roubos e danos em geral. São os celulares, notebooks, tablets.

Para muitas pessoas, eles são essenciais para a realização de suas atividades profissionais. Portanto, é melhor prevenir do que remediar.

Lembre-se de que pagar a apólice de seguro é uma medida preventiva contra imprevistos a que todos nós estamos sujeitos.

Seguro para equipamentos médicos

Os equipamentos médicos podem ser realmente muito caros e são essenciais para quem atua na área da saúde, como odontólogos, oftalmologistas, fisioterapeutas, cirurgiões e médicos em geral.

O seguro para equipamentos médicos pode ser de curto prazo ou de longo prazo. No primeiro caso, há cobertura contra roubo e furto qualificados e acidentes. Ele pode ser utilizado para transportar o equipamento para manutenção, para ministrar aula ou dar uma palestra e outras coisas.

O seguro de longo prazo cobre quaisquer danos que venham a afetar os equipamentos de sua clínica, como:

  • roubo e furto qualificados;
  • danos provocados acidentalmente (como queda de ponteira ou de transdutor);
  • incêndio;
  • alagamento;
  • inundação;
  • danos elétricos.

Entre os equipamentos que podem usufruir as coberturas do seguro de aparelhos profissionais, estão os equipamentos para medicina estética, diagnóstico por imagem, terapias por ondas de choque e exames em geral.

Para receber o seguro depois de ocorrido o sinistro, é necessário ter alguns documentos, mas eles são acessíveis ao segurado.

Como escolher uma boa seguradora?

Para escolher uma boa seguradora de aparelhos profissionais, recomendam-se os mesmos cuidados que a pessoa deve ter quando vai fazer um seguro de carro ou de um seguro de vida.

É necessário pesquisar bem, buscar referências, avaliar o nível de queixas contra ela em sites específicos (como Reclame Aqui). A reputação da seguradora é muito importante para certificar-se de que ela é realmente confiável.

Não deixe de comparar os tipos de coberturas oferecidas, os equipamentos que envolve e os preços. O prazo para liberação do seguro também é um critério importante.

No entanto, acima de tudo, avalie o custo-benefício do seguro. Por exemplo, seguros de equipamentos médicos ficam em torno de 2% a 4% ao ano do preço de mercado do equipamento, ou seja, é muito acessível comparando os riscos que ele cobre.

Já tem seguro de aparelhos profissionais? Aproveite e compartilhe este post nas redes sociais! Assim, outras pessoas tomarão conhecimento deste tipo de seguro!